Mostrando postagens com marcador Lidar com as Emoções. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Lidar com as Emoções. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

LIDAR COM AS EMOÇÕES!! DICAS MATADORES...


Pesquisa vem nos mostrando que existem tipos diferentes de inteligência, mas a pergunta que fica é: Como posso utilizar destas inteligências no meu dia a dia, na minha vida prática.
Essa é uma dúvida que paira sobre todas pessoas que querem se utilizar melhor de suas inteligências, pois bem, aqui é preciso entender que intrínseco a estas inteligências estão as emoções que vivemos e são estas emoções que vão determinar nossos comportamentos, ou seja, em todas as situações que vivemos existe uma emoção ligada a essa atividade, então vai depender primeiro de que emoção você está tomado naquele momento e assim será definido seu comportamento com relação aquela situação.
Tenho feito algumas pesquisas, empíricas, no sentido de tentar entender o comportamento das pessoas e o que mais me deixa preocupado é que as pessoas se comportam de forma diferente nos locais em que se relacionam, as pessoas assumem uma personalidade no trabalho, outra na faculdade, outra na família e assim vai, porém estes comportamentos podem não ser, diria que não são, os comportamentos de quem é a pessoas verdadeiramente.

Emocionalmente falando isso é muito ruim, pois aqui pode estar a causa de muitas doenças que estão surgindo na sociedade moderna, doenças que os médicos não conseguem diagnosticar, porque na verdade elas não existem, o que existe é um sentimento emocional que está sendo reprimido/barrado/escondido e seu corpo está gritando socorro e as pessoas insistem em ficar tomando remédio pra tudo, consultado médicos de várias especialidades afim de encontrar o que não pode ser encontrado da forma que está sendo procurado.
 Tenho trabalhado com Inteligência Emocional desde 2017, quando fiz minha formação em especialista emocional. A Inteligência Emocional tem como premissa a capacidade de, entender, reconhecer e administrar nossas próprias emoções e também, entender, reconhecer e influenciar as emoções dos outros (Peter Salovey e John Mayer) e que foi popularizada pelo autor Daniel Goleman.
Em nossa vida prática, isso significa estar ciente de que as emoções podem impulsionar nosso comportamento e impactar as pessoas, positiva ou negativamente, aprender a lidar com nossas emoções é de suma importância.
Somos seres essencialmente emocionais, assim cito abaixo duas atitudes que precisam ser internalizadas pelas pessoas:
Quando nos autoconhecemos, aprendemos a desenvolver uma arte, sim entender-se é uma arte, podemos pensar aqui também podemos entender os outros também. Em um primeiro momento é preciso reconhecer os estímulos que estão chegando até você e depois é preciso aprender a gerenciar estes estímulos de maneira positiva e suas reações e comportamentos vão depender dessa positividade. 
b) Empatia
A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, mas dentro do mundo do outro.
Não basta ter empatia é preciso ver e sentir como o outro sente e vê.
Temos empatia com base na reação aos outros. O que eu também diria é que a empatia pode ser cultivada e aprendida através de experiências. Guarde em sua memória aqueles sentimentos que você sente, escreva esses pensamentos e sentimentos, analise-os e determine como você deseja tratar os outros da mesma maneira que gostaria de ser tratado.
Estas foram as duas dicas, espero que faça sentido para você.


Airton Tomaz Pereira, Coach e Especialista em Inteligência Emocional.
Agende uma sessão de Coaching com Inteligência Emocional, mande um email para contato@educarpv.com.
Vamos entender se você usa sua Inteligência Emocional e de que forma.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Algumas maneiras de encontrar propósito em qualquer trabalho!!!

Segue abaixo algumas maneiras de encontrar propósito no trabalho…

1. Selecione uma experiência que tenha sentido!!!

O erro de quem esta começando, é achar que o propósito precisa ser uma coisa única com um impacto grande, até mesmo de mudança de mundo. Pode ser isso sim, porém, o propósito pode ser encontrado nos momentos simples da vida. Mantenha aberta uma porta para alguém não porque você deveria, mas porque você quer ajudar. Sinceramente, pergunte sobre o dia de um membro da equipe não porque você está enchendo o tempo esperando pelo elevador, mas porque as pessoas o fascinam. Respire profundamente o ar fresco, não porque você está estressado, mas porque você ama como se sente em sua barriga ou no peito. A finalidade é fazer sentido pra você, por isso, a escolha de olhar de forma diferente para aquilo que faz sentido na sua vida e na sua experiência cotidiana é realmente escolher tecer propósito em sua vida.

2. Entenda o que você alimenta!

Propósito sem significado não é propósito. É enchimento.

Quando você sabe o que você valoriza em seus ossos – as coisas que mais significam para você em si mesmo, nos outros e lá fora no mundo – você é capaz de ancorar qualquer atividade ou comportamento a um sentido de algo que realmente importa, trazendo seu trabalho vivo e com propósito.

Se você valoriza a contribuição, por exemplo, encontre um propósito, procurando maneiras de contribuir para um grupo, entregue acima e além do que um cliente espera, ou devolva a uma comunidade local. Se você valoriza o riso, esteja pronto com um sorriso em seus relacionamentos de negócios e seja sempre generoso com seu humor. Ou, se você valoriza a conexão, conectar e compartilhar abertamente com as pessoas ao seu redor lhe dará um propósito.

3. Considere um legado mais simples 

O dicionário define um legado como um presente de propriedade, por vontade . É uma definição que me fez pensar.

Do jeito que eu vejo, nós sabemos muito bem que temos uma chance de vida neste curioso pequeno planeta, e todos nós queremos fazer o melhor possível e deixar uma marca de algum tipo. A verdade é que não estamos todos destinados a deixar um legado como Michelangelo, Madre Teresa ou Mandela, e é essa procura de um legado que muda o mundo e que nos mantém presos enquanto sonhamos sobre qual seria o nosso propósito e nos perguntamos como trabalho se encaixa com essa imagem.

Então simplifique isso. Tire o peso disso. Tomando a direção do dicionário, olhe para o seu legado como algo que você possui e que você pode oferecer aos outros, por sua livre vontade. Tempo, consideração, habilidade, empatia, hospitalidade, experiência – tudo isso e muito mais são coisas que você pode presentear com os outros.

A generosidade, então, é um propósito que você pode obter agora, hoje, neste exato momento, em vez de esperar por uma epifania que talvez nunca chegue.

O propósito é uma coisa engraçada. Às vezes fugaz, às vezes revigorante, às vezes enfurecedor. Mas tudo o que realmente se resume, especialmente no trabalho, é a escolha de se envolver com tudo o que você tem, em vez de lutar com tudo que você não é.