quarta-feira, 27 de maio de 2020

Quem Somos Nós - Filme HD - Versão Expandida - Completo

sexta-feira, 29 de março de 2019

Você sabe viver no estado da ARTE


Para falarmos sobre esse tema, primeiro é preciso definir o que é arte: ARTE, o termo vem do latim e significa habilidade ou técnica, mas essa definição pode variar de acordo com a época ou cultura, tentar definir arte é pura perda de tempo, pois a “ARTE” não cabe em uma definição, pois o fato de se defini-la já seria o suficiente para não ser considerada arte.



Então alguns pensadores como “Hegel e Ricciotto Canutto”, definiram formas de ARTE, a Música, a Dança, a Pintura, a Arquitetura, o Teatro, a Literatura, o Cinema e mais recentemente em função da tecnologia, a Fotografia, a História em Quadrinhos, os Jogos de Computador e a Arte Digital.
Sem tentar definir o que é ARTE, podemos verificar manifestações de arte em todos os locais, por exemplo na beleza e perfeição da natureza, na beleza, perfeição e iluminação que ocorre no ato dar a luz a uma criança, na beleza de um abraço dado por um amigo que você não via já algum tempo, na beleza da amizade sincera, na beleza de um povo que luta por seus direitos, na beleza do momento do “sim” em um casamento, na beleza e felicidade de uma mãe quando o filho parte em busca dos seus sonhos, na beleza quando olhamos para cima a noite e vislumbramos com as estrelas e o espaço, enfim, poder enxergar e viver todos estes momentos mágicos da vida é estar no caminho de viver no estado da ARTE.
Para os povos primitivos a ARTE é uma manifestação da essência pensante do ser humano.
E é com essa última definição que quero ficar, acredito que o ser humano é uma ARTE Divina, sua essência é boa temos dentro de nós uma centelha divina esperando ser ativada para vivermos no estado da ARTE, e o que seria então viver no estado da ARTE?
Viver no estado da ARTE é estar sempre fluindo, é estar sempre na direção de seus objetivos, é estar sempre em busca de novos aprendizados, é estar sempre focado no positivo, é estar sempre em movimento saindo do ponto “A” que é onde se encontra hoje, rumo ao ponto “B” que é onde se quer chegar, ou seja, deixar de ficar reclamando da vida que tem e tentar fazer diferente, o Criador nos dá todos os dias a chance de sermos diferentes, façamos então que hoje seja melhor ontem e amanhã seja melhor que hoje.
E para terminar, gosto muito dessa frase: “Quando você muda, o MUNDO muda”.



Gratidão por poder escrever este pequeno texto.
 Autor: Airton Tomaz, é Life Coach, analista comportamental, palestrante e professor, coautor do Livro Estratégias de Vencedores 1ª Edição (2017).
Caso tenha gostado deste texto escreva para autor sugerindo outros temas em desenvolvimento pessoal, através do email: airton@educarpv.com.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

PENSAR!!! SENTIR!!!! ENTRE NESSA...





Quando analisamos esta frase, pensamos, isso parece loucura, mas ao analisar mais profundamente nós seres humanos podemos criar a nossa realidade, ou melhor estamos criando nossa realidade, queiramos ou não, isso é um fato.
Por que digo isso, experimente ser uma pessoa feliz, mas feliz 100%, quando digo 100% é ser uma pessoa feliz naturalmente, entenda isso, ser feliz naturalmente é aquela pessoa que enxerga as coisas sempre, eu disse sempre, do lado positivo, para esta pessoa o lado negativo nem existe.


Quando se é feliz da forma que foi dito, eu não disse ser bobo, ficar no mundo da lua, não foi isso que eu disse, eu disse naturalmente feliz, ai as coisas mudam, faça um teste, e o incrível é que se você fizer ao contrário, ou seja, enxergar as coisas só do lado negativo, ai sua vida vai virar um caos, mas se você for feliz naturalmente verá que é possível as coisas serem diferentes.  
Além da questão da felicidade, existe uma outra questão ainda mais profunda do que a questão da felicidade, é a questão do amor, quando digo amor, digo amor incondicional.
Amor incondicional é amar as pessoas do jeito que elas são, seja de que jeito for, lembre-se está escrito na Bíblia Sagrada ; “não julgueis”, então não julgue as pessoas, apenas demonstre amor, mas amor verdadeiro, não aquele da boca pra fora, seja uma pessoas diferente, não pelas suas manias e complexidade, mas pela sua simplicidade, seja simples...


Se você pensar em ser feliz e sentir a felicidade, pensar em amar e sentir amor, ai está perfeito, experimente, te desafio a fazer isso, você vai ver como as coisas na sua vida irão mudar, é um outro mundo, talvez um mundo que você achava que não existia, porém existe, acredite é simples assim...

Airton Tomaz Pereira – Especialista em Inteligência Emocional e Coach.
Agende uma seção: airton@educarpv.com

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

FAÇA ALGO DIFERENTE!!!!!


A muito tempo tenho acompanhado pessoas no sentido de verificar as mudanças que acontecem em suas vidas durante um determinado tempo.

O que tenho visto e constatado é que todos os anos as pessoas fazem promessas de mudanças e não cumprem, mas a pergunta que fica é. Não cumprem suas promessas porquê?

Poderia ficar aqui citando vários motivos em que as pessoas se apoiam ao justificar o porquê de não conseguirem cumprir suas promessas, porém eu já vou direto ao ponto, prefiro já partir para a raiz do problema, que é a não mudança de comportamento, esse é o real e maior problema encontrado pelas pessoas ao tentarem cumprir suas promessas.

Mas então o que é um comportamento, um comportamento quando, falamos de um indivíduo, podemos dizer que é um conjunto de reações e atitudes de uma pessoa face ao meio social que vive.




Se o comportamento é um conjunto de reações e atitudes, nos faz pensar que as pessoas que não conseguem mudar seus comportamentos afim de cumprirem suas promessas, são pessoas com problemas (que ela não vê) no meio em que vive. Por que isso, porque a pessoa deseja cumprir uma promessa ( e, promessas são para melhorar algo que está ruim ou melhorar aquilo que não esteja tão bom),  se algo está ruim, então o meio onde vivo também  está ruim  (pelo menos para mim).
Entendido isso, vou passar algumas dicas de como mudamos comportamentos.


É simples, devemos começar de alguma forma a fazer algo diferente em uma determinada situação que não estamos satisfeitos, isso pode ser aos poucos, segundo estudos, um comportamento para ser incorporado ao seu dia a dia são necessários de 21 à 60 dias, então comece e leve a sério, quando você perceber o comportamento já foi incorporado no seu dia a dia.

Desistir não é um caminho

Siga em frente, desistir jamais deve ser uma opção, no caminho encontrarás muitos obstáculos, porém todos serão vencidos, tenha isso em mente sempre.

Tenha compromisso com você mesmo

Ter compromisso com aquilo que nos comprometemos é de suma importância no sentido de se manter no caminho de continuar sempre e não desistir.

Acredito que é isso, de forma simples é possível realizar grandes coisas. Acredite nisso.

Airton Tomaz Pereira – Especialista em Inteligência Emocional e Coach.
Agende uma seção: airton@educarpv.com

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

LIDAR COM AS EMOÇÕES!! DICAS MATADORES...


Pesquisa vem nos mostrando que existem tipos diferentes de inteligência, mas a pergunta que fica é: Como posso utilizar destas inteligências no meu dia a dia, na minha vida prática.
Essa é uma dúvida que paira sobre todas pessoas que querem se utilizar melhor de suas inteligências, pois bem, aqui é preciso entender que intrínseco a estas inteligências estão as emoções que vivemos e são estas emoções que vão determinar nossos comportamentos, ou seja, em todas as situações que vivemos existe uma emoção ligada a essa atividade, então vai depender primeiro de que emoção você está tomado naquele momento e assim será definido seu comportamento com relação aquela situação.
Tenho feito algumas pesquisas, empíricas, no sentido de tentar entender o comportamento das pessoas e o que mais me deixa preocupado é que as pessoas se comportam de forma diferente nos locais em que se relacionam, as pessoas assumem uma personalidade no trabalho, outra na faculdade, outra na família e assim vai, porém estes comportamentos podem não ser, diria que não são, os comportamentos de quem é a pessoas verdadeiramente.

Emocionalmente falando isso é muito ruim, pois aqui pode estar a causa de muitas doenças que estão surgindo na sociedade moderna, doenças que os médicos não conseguem diagnosticar, porque na verdade elas não existem, o que existe é um sentimento emocional que está sendo reprimido/barrado/escondido e seu corpo está gritando socorro e as pessoas insistem em ficar tomando remédio pra tudo, consultado médicos de várias especialidades afim de encontrar o que não pode ser encontrado da forma que está sendo procurado.
 Tenho trabalhado com Inteligência Emocional desde 2017, quando fiz minha formação em especialista emocional. A Inteligência Emocional tem como premissa a capacidade de, entender, reconhecer e administrar nossas próprias emoções e também, entender, reconhecer e influenciar as emoções dos outros (Peter Salovey e John Mayer) e que foi popularizada pelo autor Daniel Goleman.
Em nossa vida prática, isso significa estar ciente de que as emoções podem impulsionar nosso comportamento e impactar as pessoas, positiva ou negativamente, aprender a lidar com nossas emoções é de suma importância.
Somos seres essencialmente emocionais, assim cito abaixo duas atitudes que precisam ser internalizadas pelas pessoas:
Quando nos autoconhecemos, aprendemos a desenvolver uma arte, sim entender-se é uma arte, podemos pensar aqui também podemos entender os outros também. Em um primeiro momento é preciso reconhecer os estímulos que estão chegando até você e depois é preciso aprender a gerenciar estes estímulos de maneira positiva e suas reações e comportamentos vão depender dessa positividade. 
b) Empatia
A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, mas dentro do mundo do outro.
Não basta ter empatia é preciso ver e sentir como o outro sente e vê.
Temos empatia com base na reação aos outros. O que eu também diria é que a empatia pode ser cultivada e aprendida através de experiências. Guarde em sua memória aqueles sentimentos que você sente, escreva esses pensamentos e sentimentos, analise-os e determine como você deseja tratar os outros da mesma maneira que gostaria de ser tratado.
Estas foram as duas dicas, espero que faça sentido para você.


Airton Tomaz Pereira, Coach e Especialista em Inteligência Emocional.
Agende uma sessão de Coaching com Inteligência Emocional, mande um email para contato@educarpv.com.
Vamos entender se você usa sua Inteligência Emocional e de que forma.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

AÇÃO!!! É ISSO QUE TEM QUE SER FEITO...

Nesse começo de ano é comum as pessoas fazerem promessas que não serão cumpridas. 

Estou aqui para quebrar essa atitude, que as vezes fazemos sem ao menos pensar um pouco sobre o que estamos prometendo para nós mesmos, sim, as promessas são meio de nos livrarmos da culpa do que não foi feito no ano anterior, ou seja, são idiotices do nosso cérebro, que nos engana a todo momento. 

O cérebro nos engana quando você olha no espelho e não percebe que engordou 10 quilos, engana quando deixamos de fazer algo e dizemos assim: “da tempo de fazer depois”, enfim, poderia ficar aqui citando as várias formas em que o nosso próprio cérebro nos engana. 

Tenho uma dica e se fizer sentido pra você, leia e aplique na sua vida. 


São coisas simples, uma maneira de enfrentar a procrastinação é agindo, mas como assim, é fácil, ao invés de ficar prometendo, faça o que é preciso ser feito, mude o que é preciso ser mudado para que você alance os resultados que deseja. 

AGRADEÇA

Sempre fazemos uma oração ou prece ou quando conversamos com o Arquiteto do Universo, nó costumamos pedir, porém tudo esta sendo dado a nós, mas não vemos ou não entendemos ou não temos consciência necessária para que o entendimento seja correto, enfim, nós erramos ao encarar a vida como uma luta, pois, a vida não tem que ser uma luta, erramos quando dizemos que estamos sofrendo, pois, não ha necessidade de sofrer, a não ser quando se quer sofrer, então, é preciso agradecer por tudo que nos é dado todos os dias, coisas simples, como o ar que respiramos, a capacidade de trabalhar para conseguir aquilo que deseja, os amigos, os inimigos, sim os inimigos eles estão no nosso caminho por um propósito, precisamos aprender com eles.  

NÃO SEJA VITIMA 

Eu você ou qualquer outra pessoa não somos vítima, não existe a possibilidade de sermos vítima, porque o que acontece com agente é fruto da nossa vibração, ou seja só acontece porque estamos vibrando naquela frequência e assim queremos essa vibração. Emfim, são dicas simples mais poderosas para o entendimento de que no seu universo quem define como vai ser é você mesmo, por isso leve em consideração situações como raiva, tristeza, medo, quando você sente isso você esta mandando pro universo isso, e como o universo é magnetismo, isso também volta pra você. O segredo é ser feliz e amar as pessoas sem condição alguma, eu disse amar incondicionalmente, só assim temos condição de fazer promessas e cumpri-las.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Algumas maneiras de encontrar propósito em qualquer trabalho!!!

Segue abaixo algumas maneiras de encontrar propósito no trabalho…

1. Selecione uma experiência que tenha sentido!!!

O erro de quem esta começando, é achar que o propósito precisa ser uma coisa única com um impacto grande, até mesmo de mudança de mundo. Pode ser isso sim, porém, o propósito pode ser encontrado nos momentos simples da vida. Mantenha aberta uma porta para alguém não porque você deveria, mas porque você quer ajudar. Sinceramente, pergunte sobre o dia de um membro da equipe não porque você está enchendo o tempo esperando pelo elevador, mas porque as pessoas o fascinam. Respire profundamente o ar fresco, não porque você está estressado, mas porque você ama como se sente em sua barriga ou no peito. A finalidade é fazer sentido pra você, por isso, a escolha de olhar de forma diferente para aquilo que faz sentido na sua vida e na sua experiência cotidiana é realmente escolher tecer propósito em sua vida.

2. Entenda o que você alimenta!

Propósito sem significado não é propósito. É enchimento.

Quando você sabe o que você valoriza em seus ossos – as coisas que mais significam para você em si mesmo, nos outros e lá fora no mundo – você é capaz de ancorar qualquer atividade ou comportamento a um sentido de algo que realmente importa, trazendo seu trabalho vivo e com propósito.

Se você valoriza a contribuição, por exemplo, encontre um propósito, procurando maneiras de contribuir para um grupo, entregue acima e além do que um cliente espera, ou devolva a uma comunidade local. Se você valoriza o riso, esteja pronto com um sorriso em seus relacionamentos de negócios e seja sempre generoso com seu humor. Ou, se você valoriza a conexão, conectar e compartilhar abertamente com as pessoas ao seu redor lhe dará um propósito.

3. Considere um legado mais simples 

O dicionário define um legado como um presente de propriedade, por vontade . É uma definição que me fez pensar.

Do jeito que eu vejo, nós sabemos muito bem que temos uma chance de vida neste curioso pequeno planeta, e todos nós queremos fazer o melhor possível e deixar uma marca de algum tipo. A verdade é que não estamos todos destinados a deixar um legado como Michelangelo, Madre Teresa ou Mandela, e é essa procura de um legado que muda o mundo e que nos mantém presos enquanto sonhamos sobre qual seria o nosso propósito e nos perguntamos como trabalho se encaixa com essa imagem.

Então simplifique isso. Tire o peso disso. Tomando a direção do dicionário, olhe para o seu legado como algo que você possui e que você pode oferecer aos outros, por sua livre vontade. Tempo, consideração, habilidade, empatia, hospitalidade, experiência – tudo isso e muito mais são coisas que você pode presentear com os outros.

A generosidade, então, é um propósito que você pode obter agora, hoje, neste exato momento, em vez de esperar por uma epifania que talvez nunca chegue.

O propósito é uma coisa engraçada. Às vezes fugaz, às vezes revigorante, às vezes enfurecedor. Mas tudo o que realmente se resume, especialmente no trabalho, é a escolha de se envolver com tudo o que você tem, em vez de lutar com tudo que você não é.

Inteligência Emocional, Família e a Vida!!!

A vida familiar é a nossa primeira escola para a aprendizagem emocional – não apenas pelas coisas que os pais dizem e fazem diretamente aos filhos, mas pela modelagem que oferecem para lidar com seus próprios sentimentos. Os dois estilos parentais mais ineficazes são:

1) ignorar sentimentos completamente;

2) ser desdenhoso e não demonstrar respeito pelo que uma criança sente.

Os estilos parentais que fomentam a inteligência emocional reconhecem o transtorno de uma criança como uma oportunidade de servir como guia ou mentor emocional.

Levando os sentimentos de seus filhos a sério, eles tentam entender o que os está perturbando, e ajudá-os a encontrar maneiras positivas de resolver seus sentimentos. A eficácia dos pais neste domínio é em grande parte determinada pelo seu próprio nível de inteligência emocional.

À medida que as crianças crescem, as lições emocionais específicas para as quais estão prontas e precisam mudar. As lições sobre empatia começam na infância, na verdade, desde o momento da concepção, com os pais que se sintonizam com os sentimentos do bebê.

Dado que tal sintonização é a essência do apego aos pais, esse estilo de cuidar é fundamental na formação do circuito neural no qual a inteligência emocional prospera.

A diferença entre uma perspectiva que é otimista versus pessimista começa a tomar forma no útero e se desenvolve nos primeiros anos de vida.

Os pais podem ajudar as crianças com o básico da inteligência emocional: aprendendo a reconhecer, gerenciar e aproveitar seus sentimentos; empatia; e lidar com os sentimentos que surgem nos relacionamentos.

O impacto dessa parentalidade é muito abrangente. As vantagens são sociais, cognitivas e biológicas. As crianças que crescem neste ambiente têm níveis mais baixos de hormônios do estresse e outros indicadores de excitação emocional, um padrão que pode melhorar a saúde física.

Os principais aprendizados – o aprendizado emocional, principalmente entre eles – ocorrem mais prontamente nos primeiros anos de vida, e o estresse severo pode prejudicar os centros de aprendizado do cérebro.

Com base em suas primeiras experiências de aprendizado, uma criança aprende que as pessoas podem confiar em suas necessidades, ou que ninguém realmente se importa, e todos os esforços para induzir o conforto falharão.

Essas lições afetam o quão segura e eficaz ela se sente no mundo, e se ela considera ou não os outros como confiáveis.

Durante os primeiros três ou quatro anos de vida, o cérebro de uma criança cresce para cerca de dois terços do seu tamanho total e evolui em complexidade em sua maior taxa.

Embora as primeiras e mais importantes oportunidades para moldar a inteligência emocional estejam nos primeiros anos, as oportunidades continuam ao longo dos anos escolares. As habilidades emocionais que as crianças adquirem mais tarde na vida baseiam-se naquelas dos primeiros anos e formam a base essencial para todo aprendizado.

Poucos pais discordariam, na reflexão, de que o sucesso de uma criança na escola não é previsto pelo QI tanto quanto por medidas emocionais e sociais , tais como: ser auto-confiante e interessado; saber que tipo de comportamento é esperado e como conter um impulso para se comportar mal; ser capaz de esperar, seguir instruções e pedir ajuda aos professores; e expressando necessidades enquanto se dá bem com outras crianças.

O abuso extingue a empatia e cria violência até mesmo em crianças muito novas, que aprendem a responder como versões em miniatura de seus próprios pais. As primeiras experiências de brutalidade ou de amor, deixam uma marca duradoura no cérebro.

Traçando o impacto do trauma na aprendizagem emocional, a maneira pela qual os momentos vívidos e aterrorizantes se tornam memórias, enfeitadas no circuito emocional, impulsionando lembranças vívidas de um momento traumático para continuar a se intrometer na consciência, torna-se aparente.

Esses gatilhos emocionais do cérebro, soam um alarme quando há o menor indício de que um trauma pode estar prestes a ocorrer novamente.

Este fenômeno de gatilho é a marca do trauma emocional de todos os tipos, incluindo abuso físico repetido na infância. Essas experiências podem ser curadas? Parece assim, pelo menos até certo ponto que a aprendizagem emocional é vitalícia.

Lições emocionais podem ser reformuladas com, por exemplo, medicação e / ou psicoterapia intensiva.

domingo, 17 de setembro de 2017

APRENDA A FALAR EM PÚBLICO. HOJE!!

Aprenda a falar em público e se liberte!!!

As pesquisas comprovam: 60% dos brasileiros têm pavor de se expor e falar em público!

Portanto, quem fala bem e não tem medo, já ganha um diferencial importante na carreira e nos processos de seleção para empregos.

Todos precisam falar bem para:
  • Apresentar um projeto,
  • Vender uma ideia,
  • Defender as qualidades de um produto,
  • Participar de uma reunião...
O Curso Aprenda a Falar em Público ensina como falar melhor, com formas simples de controlar o nervosismo, superar o medo e lidar bem com imprevistos.
Conheça as principais técnicas para falar bem e fazer excelentes apresentações.

Você vai aprender:
  • Passo-a-passo como se faz uma boa apresentação;
  • Como conhecer seu público;
  • Quais os erros a evitar e as precauções a tomar;
  • Como se portar ao falar, tirando proveito da linguagem corporal, dentre outras técnicas.
  •  

segunda-feira, 19 de junho de 2017

A Importância da Administração de Cargos e Salários

A Administração de Cargos e salários é um dos pontos mais importantes para que se possa fazer gestão de recursos humanos é preciso elaborar um Plano de Cargos e Salários que reflita a realidade da empresa.
Um Plano de Cargos e Salários tem na sua estrutura uma hierarquia de cargos com equilíbrio entre a empresa e mercado, tudo isso com muito critério e feito com apoio da administração, para que esteja alinhado com a missão da empresa pensando na busca dos melhores talentos.


No Portal Educação tem um curso feito sob medida pra você.

Saiba como estabelecer critérios para definir cargos, salários e planos de carreira para seus colaboradores de acordo com a qualificação e responsabilidade de cada função. O aprendizado ocorre em um ambiente interativo, oferecendo ao aluno um ensino de qualidade e eficaz.

Você aprenderá:

  • Administração de cargos e salários;
  • Programa de gestão de cargos e salários;
  • Avaliação e classificação de cargos;
  • Administração de salários;
  • Objetivos da administração salarial;
  • Métodos de administração salarial;
  • Análise de função;
  • Descrição e análise de cargos;
  • Política de cargos e salários;
  • Remuneração por habilidades e competências;
  • Pesquisa de salários e benefícios;
  • Grupo de pesquisas fechado (club surveys);
  • Planos de benefícios sociais.

  • Visite o site: Portal Educação e veja esse e outros cursos.

    VOCÊ NÃO SABE O QUE É ECONOMETRIA!!!

    Então leia até o fim e entenda;;;

    O Portal Educação em suas atribuições, tem por objetivo oferecer aos profissionais e estudantes uma prática constante de atualização, por intermédio da EaD (Educação a Distância).Também visa disponibilizar aos participantes, acesso ao ensino de qualidade com eficácia no aprendizado, fornecendo recursos tecnológicos inovadores, como conteúdo on-line, animações, videoconferência, exercícios de fixação e objetos de aprendizagem, que auxiliam na formação do cidadão contemporâneo, crítico e atuante na sociedade.

    A Econometria é a ferramenta utilizada por economistas, estatísticos e pesquisadores em geral para verificar modelos matemáticos que relacionam uma variável dependente (ou explicada) por uma ou mais variáveis independentes (ou explicativas).

    O que você vai aprender no curso?

  • Introdução à econometria;
  • Nota histórica - origens da econometria;
  • Período anterior a 1930;
  • Período 1930 - 1954;
  • Período posterior a 1954;
  • A Econometria no Brasil;
  • Abordagem da econometria - conceitos e objetivos;
  • Terminologia e notação;
  • A Teoria Econômica;
  • Natureza e fonte de dados para a análise econômica;
  • Séries temporais;
  • Corte transversal;
  • Dados combinados;
  • Fontes de dados;
  • A metodologia de investigação econométrica;
  • Conceito e classificação de modelos;
  • Classificação de modelos em economia;
  • Modelos econométricos;
  • Estrutura de um modelo econométrico;
  • Classificações úteis dos modelos econométricos;
  • Propriedades dos modelos;
  • Pesquisa econométrica, uso de modelos econométricos e formato de um relatório de pesquisa;
  • Especificação de modelos;
  • Fontes de informações para a especificação de modelos;
  • Restrições à construção de modelos sem teoria;
  • Formas funcionais linearizáveis;
  • Tipos de funções;
  • Critérios de escolha da forma funcional;
  • Elasticidade;
  • Exercícios resolvidos - especificação de modelos;
  • Modelo linear simples;
  • Pressupostos do modelo;
  • Método de estimação;
  • Método dos mínimos quadrados;
  • Análise de resíduos;
  • Limitações da econometria;
  • Exemplos - modelo linear simples;
  • Avaliação de modelos estimados;
  • Qualidades desejáveis dos estimadores;
  • Critérios de avaliação de estimativas de modelos;
  • Critérios derivados da teoria econômica ou das hipóteses formuladas;
  • Critérios estatísticos;
  • Critérios econométricos;
  • Estatísticas de avaliação;
  • Análise de variância simples;
  • Decomposição das principais estatísticas de avaliação;
  • Variância amostral ou residual;
  • Coeficiente de determinação;
  • Estatística f;
  • Estatística t;
  • Teste de hipóteses e intervalos de confiança;
  • Regressão e correlação;
  • Uso de variáveis especiais;
  • Uso da variável tempo;
  • Variáveis dummies ou binárias;
  • Conceito e objetivos;
  • Incorporar variáveis binárias ao modelo;
  • Exemplos numéricos do uso de variáveis especiais;
  • O tempo como variável explicativa;
  • Multicolinearidade;
  • Indicadores da presença de multicolinearidade;
  • Diagnósticos das multicolinearidade;
  • Tratamento da multicolinearidade;
  • Medidas corretivas para resolver o problema da multicolinearidade;
  • Autocorrelação;
  • Fontes de autocorrelação;
  • Diagnóstico da autocorrelação e correção do problema;
  • Heterocedasticidade.

  • Entre no site e faça sua matrícula.


    quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

    Duas dicas infalíveis para controlar o estresse de uma vez por todas




    Estresse, o mal do século, muitos estudos estão sendo feitos a respeito do estresse, mas sem muito sucesso, porque o estresse está sendo cada vez mais desencadeado devido ao modo de vida dos seres humanos, cada vez mais precisamos ser alguém que não somos, porque eu digo isso? É simples, pesquisas mostram que as pessoas estão cada vez mais infelizes em suas vidas e passam o tempo todo procurando a felicidade, nessa busca, temos que agradar o chefe, temos que produzir mais, não podemos sentir nenhuma emoção por que somos fracos, mantemos casamentos por pura conveniência, o que para mim é um paradoxo, conveniente para quem?  mantemos relacionamentos por puro interesse, estamos muitas vezes literalmente passando por cima de muitas pessoas e nem percebemos, estamos quase sempre fazendo coisas que não gostamos, não temos um propósito de vida, não sabemos porque acordamos todos os dias, enfim, isso causa uma reação no organismo, a todo momento o organismo está dizendo “eu não estou bem, por favor verifique o que você está fazendo comigo” mas insistimos em ignorar esses sinais e ai há uma mistura muito complexa no organismo que gera o estresse, essa mistura envolve, o lado racional, com pensamentos que tentam fugir da situação, o lado emocional, que tenta dar vazão às emoções (medo, tristeza, angustia) mas sufocamos essas emoções e por último o lado biológico que através da mistura das reações emocionais e racionais produzem hormônios e substancias químicas que são prejudiciais ao nosso organismo e ai é inevitável quando percebemos estamos estressados, agindo em uma situação de uma forma que nunca em sã consciência agiríamos.

    Então como controlar essas situações de estresse?

    Como viver bem mesmo com estresse?

    Todos nós sentimos ou vamos sentir estresse uma vez na vida, então precisamos nos preparar para esse momento, vou dar duas dicas infalíveis para se controlar o estresse de uma vez por todas.

    A primeira dica é, aceite que está sujeito a sentir estresse e a partir daí passe a se conhecer melhor, conheça suas emoções e sentimentos, o estresse é uma combinação de fatores que desencadeiam uma determinada ação que não era esperada, então evite situações de embate, toda situação de embate no final das contas é para ver quem tem razão e muitas vezes ter razão não vai mudar nada na sua vida, evite essas situações, porque elas são controladas pelo ego e o que é controlado pelo ego está ligado à uma satisfação pessoal que não agrega nada em sua vida, tenha noção do que é importante na sua vida, mas de verdade, não o que é superficial, o ser humano encontra várias razões que diz ser de extrema importância, mas quando se faz uma análise mais profunda percebe-se que era puro ego, é lamentável, mas é verdade.

    A segunda dica é importantíssima, arrume um tempo para meditar de preferência de manhã logo após acordar, a meditação é o ato de não pensar em nada e apenas prestar atenção na sua respiração, meditar não é refletir, refletir é pensar em algo, meditar é não pensar em nada, no início é um pouco difícil, mas com o tempo tudo se torna mais fácil, especialistas em comportamento dizem que um novo habito pode ser adquirido entre 21 à 60 dias dependendo da pessoa e do tipo de habito que se quer adquirir, no caso da meditação são 21 dias, ou seja em três semanas tentando você conseguirá meditar com muito mais facilidade é preciso persistência.   

     Ao entrar em meditação esteja aberto às informações que o universo vai te passar, na meditação ocorre um fluxo contínuo de informações ou seja o indivíduo entra em fase com o universo e assim as ideias vem, as soluções para os problemas ficam mais claras, tudo pode ser resolvido no silencio, já dizia um velho ditado: “a palavra vale prata, mas o silêncio vale ouro” e vale mesmo, quanto custa resolver um problema que vem lhe afligindo a anos, isso não tem preço.

    Sou grato por escrever esse texto e espero poder ajudar muitas pessoas, a intenção positiva é de que as pessoas conheçam a si mesmas e possam lidar com suas próprias emoções de uma forma muito mais efetiva.


    Sobre o Autor: Airton Tomaz Pereira é Administrador de empresas, Coach de Inteligência emocional, Analista Comportamental, Escritor, palestrante e professor, atua no ramo da educação já há 16 anos.
    Para entrar em contato com o autor: airton@educarpv.com ou tomazconsultor@gmail.com
    Airton é autor do E-book – Jesus o que sua empresa tem a ver com ele: 21 ensinamentos de jesus para seu negócio, a venda na Amazon


    terça-feira, 29 de novembro de 2016

    Você é um Líder que usa a Inteligência Emocional?





    O que é liderança? Nascemos líderes, ou podemos nos tornar líderes? Bom essas são perguntas que são feitas constantemente nos locais onde falo sobre liderança e a resposta é sempre a mesma, "DEPENDE".

    Digo isso porque ouço com muita frequência que sim é possível formar um líder, temos várias escolas que se intitulam escolas de líderes, mas essa questão é um pouco delicada, ser líder é muito mais do que saber lidar com pessoas e entende-las, se isso fosse verdade não teríamos uma quantidade enorme de problemas com lideranças nas empresas. No Brasil esse problema é tão grave que já ultrapassou as empresas e já chegou até na política, um local que por definição deveríamos ter lideres natos, “só que não” como diz alguns alunos meus. 



    Deixando tudo isso de lado vou me ater à questão da liderança em sua essência e vou me aprofundar um pouco mais, explorando a questão do líder e inteligência emocional.
    O líder na essência é aquele que busca através de seus atos e palavras deixar bem claro em qual direção se está indo e porque ir nessa direção de forma que as pessoas que o sigam sejam capazes de ir até o fim com ele sem abandoná-lo.



     A liderança com inteligência emocional é incontestável, eu diria aqui que a oração de São Francisco de Assis, define o líder com inteligência emocional:

    Senhor, fazei-me um instrumento de vossa paz
    Onde houver ódio, que eu leve o amor
    Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
    Onde houver discórdia, que eu leve a união
    Onde houver dúvida, que eu leve a fé
    Onde houver erro, que eu leve a verdade
    Onde houver desespero, que eu leve a esperança
    Onde houver tristeza, que eu leve a alegria
    E onde houver trevas, que eu leve a luz
    Onde há dúvida, que eu leve a fé
    Onde houver tristeza, que eu leve a alegria
    Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz
    Ó mestre, que eu não busque tanto
    Ser consolado, mas consolar
    Ser compreendido, mas compreender
    Ser amado, mas amar
    Porque é dando que se recebe
    É esquecendo que se encontra
    E é perdoando que se encontra o perdão
    E é morrendo que se ressuscita para a Vida Eterna...



    Peço que as pessoas que desejam ou almejam ser lideres melhores, reflitam sobre essa oração, e busquem dentro de si a verdadeira essência de um líder.

    Sobre o Autor: Airton Tomaz Pereira é Administrador de empresas, Coach de Inteligência emocional, Analista Comportamental, Escritor, palestrante e professor, atua no ramo da educação já há 16 anos.
    Para entrar em contato com o autor: airton@educarpv.com ou tomazconsultor@gmail.com

    Airton é autor do E-book – Jesus o que sua empresa tem a ver com ele: 21 ensinamentos de jesus para seu negócio, a venda na Amazon