domingo, 27 de novembro de 2016

CINCO PONTOS QUE DEVEM SER LEVADOS EM CONTA EM UMA ENTREVISTA DE EMPREGO.



Contratar a pessoa certa para o cargo certo vem se tornando ultimamente o “calcanhar de Aquiles” das empresas, estão sendo investidos cada vez mais esforços materiais e financeiros no sentido de não se errar em uma contratação. Nesse sentido o setor de “Gestão de Pessoas” tem ganhado importância sem limites dentro de uma organização. Os processos de contratação estão cada vez mais longos e rigorosos, tudo com o objetivo de conhecer melhor o candidato.

Assim os recrutadores sabem exatamente quem estão procurando e o processo fica aberto até que se ache a pessoas correta para a vaga correta. Nesse sentido algumas características básicas precisam fazer parte do repertório de todo candidato:

1 – Saber elaborar um bom currículo – o currículo abrirá a porta para a entrevista.

2 – Ter autoconfiança

3 – Saber trabalhar em equipe.

4 – Seu comportamento em uma entrevista é a chave que vai abrir a porta do emprego e é aqui que concentraremos o texto a partir daqui: 

Partindo do princípio de que o candidato já tem noção dos pontos citados acima, vamos dar algumas dicas de como se sair bem em uma entrevista de emprego:

Muitas empresas têm se utilizado das redes sociais para garimpar possíveis colaboradores, mas a entrevista ainda se faz necessário para se ter certeza de que se está contratando a pessoa certa.

Temos então dois tipos de entrevista, a individual e em grupo, mas vamos nos ater na individual.

Ponto um: Busque informações da empresa – aqui quero dizer que essas informações podem ser das mais variadas, por exemplo; informações financeiras, informações sobre seu criador, informações sobre a cultura interna da empresa, como o mercado vê a empresa, enfim, busque o máximo de informações que puder sobre a empresa.

Ponto dois: Com as informações acima em mãos, separe as que mais se relacionam com a vaga que você busca e alie essas informações com os seus pontos fortes, o intuito aqui é que se tenha uma resposta mais objetiva quando lhe for perguntado por exemplo: “Por que a empresa deveria te contratar? ”

Ponto três: Seja você mesmo – é muito comum em entrevistas de emprego querer demonstrar ser a pessoa certa para o cargo, porém as vezes o seu perfil não é para aquela vaga, ao menor sinal de que você está tentando parecer alguém ou algo, o recrutador já te descartou, então seja você mesmo, não se preocupe com o recrutador porque você está preparado lembra, estou sobre a empresa, sobre a vaga, está com foco nos seus pontos fortes, mas aqui vale uma dica muito importante, saiba exatamente quais são os seus pontos fracos e busque não levar o recrutador para esse lado.
Assim esteja preparada para perguntas do tipo: “Quais são seus pontos fracos” não existe resposta correta em uma entrevista de emprego, só existe aquilo que o recrutador quer ouvir e perceber de você, então não tente disfarçar, lembre-se apenas de focar a reposta no positivo, ou seja, mesmo que seja um ponto fraco você utiliza-o a seu favor, exemplo: “tenho como ponto fraco.... (diga o que é), mas eu utilizo esse ponto fraco para me encorajar a fazer ...isso ...isso... e isso. Simples assim, não tente se explicar ou minimizar, apenas assuma e complemente explicando como você utiliza esse ponto fraco a seu favor. Assim se passa confiança e autoconhecimento.

Ponto quatro: Seu currículo – mentir no currículo sobre suas qualidades pode fazer com que você seja chamado para a entrevista, porém o recrutador vai perceber que você mentiu logo nas primeiras perguntas, pois ele te chamou para a entrevista porque algo lhe chamou a atenção e ela vai destrinchar tudo sobre o que lhe chamou a atenção até que não reste mais dúvida, tenha certeza disto, então não minta, os recrutadores agradecem e as empresas também, sem falar do seu tempo perdido também.

Ponto cinco: Atire no que viu não no que não viu – quero dizer aqui que você só deve enviar o seu currículo para a empresa caso a vaga esteja no mesmo nível de suas qualidades, por isso é importante obter as informações citadas no ponto um, assim caso não se enquadre, se estará evitando grandes desperdícios.

Assim, fica aqui algumas dicas para que você se saia bem em uma entrevista de emprego de uma vez por todas.    

====  
Sobre o Autor: Airton Tomaz Pereira é Administrador de empresas, Coach de Inteligência emocional, Analista Comportamental, Escritor, palestrante e professor, atua no ramo da educação já há 16 anos.
Para entrar em contato com o autor: airton@educarpv.com ou tomazconsultor@gmail.com

sábado, 26 de novembro de 2016

Quatro dicas matadoras para se aplicar psicologia positiva na vida.



Saudações a Todos...
A Psicologia positiva é um ramo de estudo da psicologia relativamente novo que se preocupa muito mais com a felicidade das pessoas do que em resolver problemas como depressão e outros.

De alguns anos para cá vem se estudando este tema cada vez mais, em Harvard, por exemplo, é a disciplina que tem fila de espera para se cursar, tamanha a importância que vem ganhado nos últimos anos.

 Isso se torna interessante a medida que é preciso mudar o foco de atenção de uma determinada perspectiva do ser humano, até então se buscava soluções através de métodos clássicos onde o psicólogo tenta entender de onde vem os problemas através de uma investigação da vida do paciente.

Com a psicologia positiva o foco muda e passa-se a buscar novas formas de entender o ser humano e entender porque somos felizes e o que nos faz feliz, vem dando mais resultados positivos do que se imagina.

Com o intuito de ajudar as pessoas a terem uma vida mais positiva, vou dar quatro dicas de como aplicar a psicologia positiva na vida.

PRAZER

Buscar dentro si emoções positivas para que se possa viver a vida com prazer e felicidade é a primeira dica e talvez a mais importante, porque é uma questão de escolha, posso encarar uma determinada situação com emoções positivas ou negativas é uma escolha, então sempre escolha as emoções positivas, sua vida vai mudar.

VIVA COM PROPÓSITO

Buscar sentido para vida é muito importante, quando não se dá sentido à vida, não temos motivo algum para acordarmos de manhã, de ir trabalhar, de estar com a família... pessoas que vivem por um sentimento vivem melhor. Por isso se ainda não encontrou sentido para vida encontre o mais rápido possível, lembre-se o caminho só se faz caminhando.

VIVA O MOMENTO

Na vida da gente costumamos ficar pensando, quanto isso acontecer... quando aquilo acontecer... se não acontecer.... e assim a vida passa e não vivemos o memento, não vivemos nossos relacionamentos, não somos nossa melhor versão, por isso é preciso viver o momento seja bom ou ruim, não importa viva e é claro escolha sempre o lado positivo de qualquer situação, se pergunte sempre o que posso aprender com essa situação.

SEJA SUA MELHOR VERSÃO

Ser a melhor versão significa buscar dentro de si o que te move e a partir daí pautar suas ações por esse sentimento, o universo vai mover montanhas a seu favor, faça um teste e vai perceber que realmente é verdade, quando se busca aquilo que realmente faz sentido na nossa vida tudo fica mais fácil e tudo faz mais sentido, e por isso conseguimos ser nossa melhor versão.

Sobre o Autor: Airton Tomaz Pereira é Administrador de empresas, Coach de Inteligência emocional, Escritor, palestrante e professor, atua no ramo da educação já há 16 anos.
Para entrar em contato com o autor: airton@educarpv.com ou tomazconsultor@gmail.com

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Inteligência Emocional: Três dicas matadoras para manter relacionamentos saudáveis.



A inteligência emocional vem sendo cada vez mais utilizada para vários fins, esse texto vai se conter em abordar a questão dos relacionamentos sadios, digo isso porque dentro dos relacionamentos existem também vários outros tipos de relacionamentos que não vão ser o foco deste texto.
Dito isto, podemos nos debruçar no tema proposto, um indivíduo com inteligência emocional ou com maturidade emocional (que a forma antiga de tratar o tema), é aquele indivíduo que busca não um relacionamento por si só, mas sim um relacionamento com propósito que vai além de fazer sexo, sair para baladas, enfim, estar com uma pessoa.
Esse indivíduo busca em um relacionamento, fazer sexo sim, mas aquele sexo que é gerado por uma química que não se consegue explicar ou podemos dizer sexo com amor, sair para as baladas sim, mas compartilhar momentos juntos com uma pessoa que seja cúmplice, no bom sentido, de suas ações e que além disso esteja disposta encarar uma vida com muito mais sentido.
Mas como se manter em um relacionamento assim? Para isso trouxe aqui três dicas de como manter um relacionamento saudável utilizando a Inteligência Emocional.

1 - ESTEJA SEMPRE NO MOMENTO PRESENTE


Talvez seja a dica mais importante; em um relacionamento se pressupõe no mínimo duas pessoas e sendo um relacionamento é preciso estar sempre presente, pois existem relacionamentos em que os problemas da empresa do trabalho ou outros tiram as pessoas do momento presente e elas ficam envolvidas em situações que aconteceram ou imaginando situações que poderão acontecer e ai o tempo passa e vivemos os problemas ao invés de viver os relacionamentos. Isso quer dizer que quando estiver no trabalho esteja presente, quando estiver em casa esteja presente, estar presente nestes momentos significa buscar as emoções de estar naquele local, por exemplo, quando estiver com a família viva ou reviva as emoções de estar junto com pessoas que te quer bem, assim você estará presente em todos os momentos, pois quando se busca as emoções para viver um momento nada passa despercebido.

2 -  PRESSÕES SÃO DESNECESSÁRIAS EM UM RELACIONAMENTO


Quando estamos em um relacionamento se faz totalmente desnecessário qualquer tipo de pressão, afinal se está junto por livre e espontânea vontade e não o contrário, assim utilize novamente suas emoções para confiar no outro(a) e buscar nas emoções do outro(a) essa segurança que tanto se deseja em um relacionamento.
É comum se ouvir nos meios de comunicação, em novelas, programas de Tv, a tentativa de implantar crenças negativas na cabeça das pessoas, a crença de que o amor é cego ou o preço da certeza é dúvida e outras mais, mas quem utiliza a inteligência emocional não cai nessas crenças negativas, pois jamais o amor vai ser cego, além de ver, também sente quando há verdade em um relacionamento, então sinta e veja o amor em um relacionamento, assim as pressões se tornam desnecessárias.

       
3 – QUERER ESTAR SÓ NÃO É O MESMO QUE ESTAR SÓ


Em um relacionamento é comum ouvir que é necessário se dar um tempo, mas o próprio tempo é atemporal, ou seja o amanhã pode acontecer hoje e ontem pode retornar amanhã, explico: em nossas vidas é fácil nos pegarmos revivendo momentos já vividos isso quer dizer que estamos sentindo novamente o que sentimos naquele momento, ou imaginando como seriam alguns momentos futuros, como nosso cérebro não separa ou distingue o que é real do que não é real, isso quer dizer que quando imaginamos algo seja no passado ou futuro quer dizer que estamos vivendo no presente aquele momento, assim o tempo se torna apenas um detalhe ou criação humana para que o cérebro tenha um norte quando buscar determinadas emoções, mas se tratando de emoções isso é desnecessário porque bata buscar dentro de nós o sentimento que se deseja que as lembranças associadas a ele virão a tona.
Dito isso, quando o companheiro(a) pede para ficar só é preciso respeitar e entender que todos precisamos estar só em alguns momentos, somente quando estamos só conseguimos ver e sentir de forma mais clara alguns sentimentos e emoções presentes no relacionamento, então de um “tempo” para seu parceiro ou sua parceira, vai fazer bem para os dois.

Sobre o Autor: Airton Tomaz Pereira é  Administrador, Coach de Inteligência Emocional, Escritor, palestrante e professor.
Para entrar em contato com o autor:airton@educarpv.com  tomazconsultor@gmail.com


PS - Começou o 2º Workshop de Coaching do IBC - Assista ao primeiro vídeo que já esta no ar